Login

E-mail:

Senha:


Cadastre-se.

Lembrar senha.

Buscas no Site

» Rimas

Selecione o tipo: Palavra Terminação

Digite o termo:


» Poesias

Selecione a seção: Coletânea Galeria

Digite a palavra:


GALERIA

Neste espaço você pode publicar gratuitamente as suas obras (poemas, poesias, sonetos, versos, etc). Para isso, basta clicar no link abaixo. Antes, porém, leia as condições para publicação do site.

» Publicar Obra «

As obras serão listadas por: Ordem de Cadastro, Título e Autor.


Baláico da cumadre marujo
(kesley)

Fui num forró na casa do meu cumpadre
Lá pelas tantas começou a confusão
O meu cumpadre que tocava acordeon
Pegou o zé bigode sem quere passando a mão
♫ ♫
Por baixo do baláico da comadre...
Por baixo do baláico da comadre..
Por baixo do baláico da comadre..
Por baixo do baláico da comadre..
♫ ♫
A tremedeira dominou as minhas pernas
E pelas calças desceu um não sei oquê
O chão riscado com o bico da peixera
Foi então que a brincadeira
Virou briga de salão
♫ ♫
Por baixo do baláico da comadre...
Por baixo do baláico da comadre..
Por baixo do baláico da comadre..
Por baixo do baláico da comadre..
♫ ♫
Com a chegada da polícia serenou
O delegado foi pedindo explicação
O meu cumpadre explicou qual era o caso
No baláico da cumadre
Ninguém nele põe a mão
♫ ♫
Por baixo do baláico da comadre...
Por baixo do baláico da comadre..
Por baixo do baláico da comadre..
Por baixo do baláico da comadre..
♫ ♫

Enviar para alguém.

Indique este Site

Você gostou do site e quer indicá-lo para um(a) amigo(a)?

Então, clique aqui.


Meus Livros

Livros publicados (clique na capa para maiores detalhes):