Login

E-mail:

Senha:


Cadastre-se.

Lembrar senha.

Buscas no Site

» Rimas

Selecione o tipo: Palavra Terminação

Digite o termo:


» Poesias

Selecione a seção: Coletânea Galeria

Digite a palavra:


GALERIA

Neste espaço você pode publicar gratuitamente as suas obras (poemas, poesias, sonetos, versos, etc). Para isso, basta clicar no link abaixo. Antes, porém, leia as condições para publicação do site.

» Publicar Obra «

As obras serão listadas por: Ordem de Cadastro, Título e Autor.


Antigamente era assim marujo
(dougnine)

♫ ♫ ♫
Eu sou do tempo ...
Da panela de ferro e do coador
Do fogão à lenha, da moringa de barro
E o ferro à carvão...
♫ ♫
Eu sou do tempo...
Do café socado na mão de pilão,
Da lamparina e o fogãozinho jacaré
Do homem usar ceroulas e a mulher combinação
♫ ♫
Do lambe-lambe na praça,
Da missa na igrejinha,
Quitutes de festas juninas
Da rezas com ladainhas
♫ ♫
Do pic-esconde, pular corda e roda pião...
Cobra-cega, amarelinha, passa o anel de mão em mão
Jogo de bolas de gude,ferrinho que riscava o chão,
Iô...iô e pega varetas, peteca de penas era a tradição
As brincadeiras de rodas e as pipas riscando o céu
Comidas de mentirinha e a dança do tira e bota chapéu
♫ ♫
Do meu carrinho de bilha
Isso eu não posso esquecer
Estórias que eram contadas
Envolta a fogueira ao anoitecer
♫ ♫
No uniforme da escola
O conga era a novidade
São coisas da minha infância
Que hoje me trazem saudade.
♫ ♫

Enviar para alguém.

Indique este Site

Você gostou do site e quer indicá-lo para um(a) amigo(a)?

Então, clique aqui.


Meus Livros

Livros publicados (clique na capa para maiores detalhes):