Login

E-mail:

Senha:


Cadastre-se.

Lembrar senha.

Buscas no Site

» Rimas

Selecione o tipo: Palavra Terminação

Digite o termo:


» Poesias

Selecione a seção: Coletânea Galeria

Digite a palavra:


GALERIA

Neste espaço você pode publicar gratuitamente as suas obras (poemas, poesias, sonetos, versos, etc). Para isso, basta clicar no link abaixo. Antes, porém, leia as condições para publicação do site.

» Publicar Obra «

As obras serão listadas por: Ordem de Cadastro, Título e Autor.


Mourão voltado em desilusões
(Poeta Maldito)

O passado é meu presente,
Meu futuro é meu passado
A tristeza é meu legado
Solidão minha confidente
Se repete novamente
A dor no meu coração
As vezes não há razão
Para estar nesse estado,
Isso é que mourão voltado
Isso é que voltar mourão

As vezes sinto no peito,
Uma grande e imensa dor
Sentimento enganador
Esse é o meu defeito
De achar que já não tem jeito
A morte é minha ambição
Me causa alucinação
Hoje tudo esta acabado
Isso é que mourão voltado
Isso é que voltar mourão

O amor é causador
De tão triste sentimento
Não paro por um momento
De pensar no seu amor
Que me trouxe o dissabor
Da triste desilusão
Isso nunca tem perdão
Queria estar do seu lado
Isso é que mourão voltado
Isso é que voltar mourão

Para que serve a tristeza?
- pra matar a humanidade
Pra que serve a insanidade?
-para por fim na pureza
Para que serve a beleza?
Pra enganar um cidadão
Para que serva a paixão
Para se sentir culpado
Isso é que mourão voltado
Isso é que voltar mourão

Eu prefiro estar sozinho
Pra sozinho, poder chorar
Pois você não vai estar
De volta no meu caminho
Eu queria seu carinho
Mas, tudo é ilusão
Resolver essa questão
Já estou muito cansado
Isso é que mourão voltado
Isso é que voltar mourão

Eu vou deixar essa vida,
Pra esquecer o sofrimento
Esquecer o meu tormento,
E minha paixão perdida
Cicatrizar a ferida
Para sempre neste chão
Mas, dentro de um caixão
Eu me sinto abençoado
Isso é que mourão voltado
Isso é que voltar mourão

Eu nunca serei feliz
Isso hoje percebi
De tudo que já sofri
Você foi minha raiz
Apesar do que eu fiz
Pra ter sua compaixão
Mas, você me disse não
Me senti abandonado
Isso é que mourão voltado
Isso é que voltar mourão

Então eu lhe disse adeus
Com amargura na alma,
Apesar da minha calma
Eu olhei pros olhos teus
Você não olhou nos meus
Percebi sua aversão
E só por educação
Você leu meu fraseado
Isso é que mourão voltado
Isso é que voltar mourão

A vida não faz sentido
Quando se perde alguém
Não da mais pra viver bem
Sem ter um amor perdido
Escute bem o que digo,
Evite a atração
Essa é a condição,
Só lhe deixa agoniado
Isso é que mourão voltado
Isso é que voltar mourão

Tente não se apaixonar
Apesar de impossível,
Isso é compreensível
Não da para evitar
Mas, vale a pena tentar
O amor é submissão
E não tem explicação
Para estar apaixonado
Isso é que mourão voltado
Isso é que voltar mourão

Enviar para alguém.

Indique este Site

Você gostou do site e quer indicá-lo para um(a) amigo(a)?

Então, clique aqui.


Meus Livros

Livros publicados (clique na capa para maiores detalhes):