Login

E-mail:

Senha:


Cadastre-se.

Lembrar senha.

Buscas no Site

» Rimas

Selecione o tipo: Palavra Terminação

Digite o termo:


» Poesias

Selecione a seção: Coletânea Galeria

Digite a palavra:


GALERIA

Neste espaço você pode publicar gratuitamente as suas obras (poemas, poesias, sonetos, versos, etc). Para isso, basta clicar no link abaixo. Antes, porém, leia as condições para publicação do site.

» Publicar Obra «

As obras serão listadas por: Ordem de Cadastro, Título e Autor.


Mais uma taça de veneno
(Poeta Maldito)

Se eu bebo dessa taça que me mata
Não apenas por vício ou por prazer
Nem tão pouco bebo só por beber
Essa idéia não soa tão sensata
Bebo porque essa dor me arrebata
E me faz beber para não chorar
Entorpece minha alma pra aguentar
Toda dor que eu sinto no meu peito
Todo mundo possui algum defeito
Meu defeito é a dor não suportar

Cada gole que dou nesse veneno
Sinto que perdi mais algum segundo
E quando vejo da taça, o seu fundo
Sofrimento se torna mais ameno
O universo me faz sentir pequeno
Anestesia meu peito e emoção
Como quem não possui coração
Já não existe mais nada pra temer
Afinal o que mais posso querer?
Já não importa se tudo é ilusão

Enviar para alguém.

Indique este Site

Você gostou do site e quer indicá-lo para um(a) amigo(a)?

Então, clique aqui.


Meus Livros

Livros publicados (clique na capa para maiores detalhes):