Login

E-mail:

Senha:


Cadastre-se.

Lembrar senha.

Buscas no Site

» Rimas

Selecione o tipo: Palavra Terminação

Digite o termo:


» Poesias

Selecione a seção: Coletânea Galeria

Digite a palavra:


GALERIA

Neste espaço você pode publicar gratuitamente as suas obras (poemas, poesias, sonetos, versos, etc). Para isso, basta clicar no link abaixo. Antes, porém, leia as condições para publicação do site.

» Publicar Obra «

As obras serão listadas por: Ordem de Cadastro, Título e Autor.


Saudades do sertão
(Paola Tôrres)

A caatinga quando chove canta
Corre bicho para se entocar
Arribaçã, tejú, cobra
Açu, anú, sabiá
Chora cantando o sertão
Chovendo o chão vai brotar
E toda a alma vivente
Vai poder se alimentar

Sertão é mãe
E ser tão grande não há
Ser é tão grande que a seca
Encolhe e deixa vingar
E eu volto então a sonhar

Um dia eu volto pra casa
Eu volto pro meu sertão
Que é para quando eu morrer
Me misturar nesse chão
Meu corpo virar poeira
Poeira do meu sertão

Escuto o que a terra diz
Voltei enfim pra ficar
O vento sopra macio
E faz a poeira dançar
E eu estarei ressurgindo
Em tudo o que vai brotar

Enviar para alguém.

Indique este Site

Você gostou do site e quer indicá-lo para um(a) amigo(a)?

Então, clique aqui.


Meus Livros

Livros publicados (clique na capa para maiores detalhes):