Login

E-mail:

Senha:


Cadastre-se.

Lembrar senha.

Buscas no Site

» Rimas

Selecione o tipo: Palavra Terminação

Digite o termo:


» Poesias

Selecione a seção: Coletânea Galeria

Digite a palavra:


GALERIA

Neste espaço você pode publicar gratuitamente as suas obras (poemas, poesias, sonetos, versos, etc). Para isso, basta clicar no link abaixo. Antes, porém, leia as condições para publicação do site.

» Publicar Obra «

As obras serão listadas por: Ordem de Cadastro, Título e Autor.


Divagações surreais vii
(Maygh)

Cabrito quando quer meditar, sobe no galho do mulungu e espera o ribombar do trovão, já a cobra jaracussu têitei-traíra, enrosca o rabo no pescoço do urubu e com ele navega pelo espaço sideral e é justamente por essas e outras que ninguém mais aceita as tergiversações dos escafandristas oligárquicos que pululam sob às serenas águas do mar cáspio como se estivessem expostos aos torvelinhos do triângulo das bermudas, mas sobre isso, já se manifestaram de forma inequívoca, os sindicalistas do peleguismo atávico como também o ajudante de secretário da esposa do vigia do prédio que abriga a alta cúpula da cbf, aliás, já emitiram uma nota conjunta de protesto e outra de apoio e eu, que não vou emitir nota alguma, começo a enterrar a cara na cachaça com limão galego e caju

Enviar para alguém.

Indique este Site

Você gostou do site e quer indicá-lo para um(a) amigo(a)?

Então, clique aqui.


Meus Livros

Livros publicados (clique na capa para maiores detalhes):