Login

E-mail:

Senha:


Cadastre-se.

Lembrar senha.

Buscas no Site

» Rimas

Selecione o tipo: Palavra Terminação

Digite o termo:


» Poesias

Selecione a seção: Coletânea Galeria

Digite a palavra:


GALERIA

Neste espaço você pode publicar gratuitamente as suas obras (poemas, poesias, sonetos, versos, etc). Para isso, basta clicar no link abaixo. Antes, porém, leia as condições para publicação do site.

» Publicar Obra «

As obras serão listadas por: Ordem de Cadastro, Título e Autor.


Sogra boa
(Marujo)

A sogra da minha mulher
É muito boa
Por ela eu mato e morro (bis)
E arranjo briga atoa
♫ ♫
A sogra da minha mulher
Sempre foi muito legal
Não esquece o meu presente
No aniversário e também no natal
♫ ♫
E quando eu estou na pior
Naquela de horror sem ter um qualquer
Quem qualifica o meu bolso
É a sogra da minha mulher
♫ ♫
A sogra da minha mulher
É muito boa
Por ela eu mato e morro (bis)
E arranjo briga atoa
♫ ♫
Do meu cunhado e o meu sogro
O mesmo não posso falar
Só vivem na minha aba
E foram comigo morar
♫ ♫
Filando tudo que podem
A minha comida, cachaça e cigarro
São ratos de geladeira
Assistem a tv e dirigem meu carro
♫ ♫
A sogra da minha mulher
É muito boa
Por ela eu mato e morro (bis)
E arranjo briga atoa
♫ ♫
A sogra da minha mulher
É muito boa
Por ela eu mato e morro (bis)
E arranjo briga atoa
♫ ♫
Hoje a minha mulher
Agradece ao destino por tudo que fez
Até pensou no divórcio
Pra ter o prazer de casar outra vez
♫ ♫

Enviar para alguém.

Indique este Site

Você gostou do site e quer indicá-lo para um(a) amigo(a)?

Então, clique aqui.


Meus Livros

Livros publicados (clique na capa para maiores detalhes):