Login

E-mail:

Senha:


Cadastre-se.

Lembrar senha.

Buscas no Site

» Rimas

Selecione o tipo: Palavra Terminação

Digite o termo:


» Poesias

Selecione a seção: Coletânea Galeria

Digite a palavra:


GALERIA

Neste espaço você pode publicar gratuitamente as suas obras (poemas, poesias, sonetos, versos, etc). Para isso, basta clicar no link abaixo. Antes, porém, leia as condições para publicação do site.

» Publicar Obra «

As obras serão listadas por: Ordem de Cadastro, Título e Autor.


Pobre da comunidade
(Marujo)

Sou pobre sim !..
Moro na comunidade (bis)
Mas também faço parte
Da chamada sociedade
♫ ♫ ♫
Discriminar porquê ?..
Se eu sou gente igual a você (refrão)

Quem mora na comunidade
Merece respeito também atenção
Não é pra ser maltratado
Esculachado e viver na exclusão
♪ ♪
Ser pobre não é ser bandido
Ele tem seu direito como cidadão
Mas ele só lembrado
Pra dá o seu voto na eleição
♫ ♫ ♫
Discriminar porquê ?..
Se eu sou gente igual a você (refrão)

Brasília virou paraíso
Da politicagem e corrupção
Com gente da classe de elite
No bolso do povo metendo a mão
♪ ♪
Se o pobre roubar uma galinha
É processado e vai pra prisão
Cadê os direitos iguais
Da nossa constituição ?..
♫ ♫ ♫
Discriminar porquê ?..
Se eu sou gente igual a você (refrão)

A polícia é incompetente
E já chega atirando nas áreas carentes
Gerando mais violência
Com balas perdidas matando inocentes
♪ ♪
Os morros e nossas favelas
Com becos e vielas só querem a paz
Mas acontece que as autoridades
Deveriam fazer sua parte e não faz
♫ ♫ ♫
Discriminar porquê ?..
Se eu sou gente igual a você (refrão)

Enviar para alguém.

Indique este Site

Você gostou do site e quer indicá-lo para um(a) amigo(a)?

Então, clique aqui.


Meus Livros

Livros publicados (clique na capa para maiores detalhes):