Login

E-mail:

Senha:


Cadastre-se.

Lembrar senha.

Buscas no Site

» Rimas

Selecione o tipo: Palavra Terminação

Digite o termo:


» Poesias

Selecione a seção: Coletânea Galeria

Digite a palavra:


GALERIA

Neste espaço você pode publicar gratuitamente as suas obras (poemas, poesias, sonetos, versos, etc). Para isso, basta clicar no link abaixo. Antes, porém, leia as condições para publicação do site.

» Publicar Obra «

As obras serão listadas por: Ordem de Cadastro, Título e Autor.


Coisas do amor
(Marujo)

Não venha me dizer agora
Que se arrependeu
Porque eu não fui ocupado
Se o amor morreu
♫ ♫ ♫
Você fez de mim
O que bem quis
Mas o que você não soube
Foi me fazer feliz
♫ ♫ ♫
Coisas do amor sã sempre assim
Machucam pouco a pouco ♫ (bis)
Até chegar o fim
♫ ♫ ♫
Enquanto eu chorava você sorria
Só encontrei tristeza
Não tive alegria
Você foi fogo
Eu fui paixão
A sombra que apagou
A luz no meu coração
♫ ♫ ♫
Coisas do amor sã sempre assim
Machucam pouco a pouco ♫ (bis)
Até chegar o fim
♫ ♫ ♫
Te enfeitei de flores
E dei meu carinho
Calado muitas vezes eu chorei sozinho
Meu coração aberto foi o caminho
Pra sua maldade semeando espinhos
♫ ♫ ♫
Coisas do amor são sempre assim
Machucam pouco a pouco ♫ (bis)♫
Até chegar o fim
♫ ♫ ♫
Me reencontrei de novo
Com a felicidade
Alguém de coração puro cheio de bondade
Bem diferente ao que você me fez
Me trouxe a certeza de amar outra vez
♫ ♫ ♫
Coisas do amor sã sempre assim
Machucam pouco a pouco ♫ (bis)
Até chegar o fim
♫ ♫ ♫

Enviar para alguém.

Indique este Site

Você gostou do site e quer indicá-lo para um(a) amigo(a)?

Então, clique aqui.


Meus Livros

Livros publicados (clique na capa para maiores detalhes):