Login

E-mail:

Senha:


Cadastre-se.

Lembrar senha.

Buscas no Site

» Rimas

Selecione o tipo: Palavra Terminação

Digite o termo:


» Poesias

Selecione a seção: Coletânea Galeria

Digite a palavra:


GALERIA

Neste espaço você pode publicar gratuitamente as suas obras (poemas, poesias, sonetos, versos, etc). Para isso, basta clicar no link abaixo. Antes, porém, leia as condições para publicação do site.

» Publicar Obra «

As obras serão listadas por: Ordem de Cadastro, Título e Autor.


Predicados de sogra marujo
(Knox)

Até parece que é praga
Ou é obra do satanás
Mas minha sogra faz coisas ( bis )
Que até deus duvida
Que é ela quem faz
♫ ♫ ♫
Ela não é brincadeira...
Ela bebe , ela fuma e joga capoeira
Briga na mão e na perna
E também é macumbeira
( ll )
Eu fico até abismado
Com essa velha intrigueira
Que tem bigode e voz grossa
E calça bem de chuteira
♫ ♫ ♫
Até parece que é praga
Ou é obra do satanás
Mas minha sogra faz coisas ( bis )
Que até deus duvida
Que é ela quem faz
♫ ♫ ♫
Num jogo casado e solteiro
Ela invadiu o gramado
Por causa de um sarrafo
Que deram no meu cunhado
( ll )
O juiz que não tinha marcado
Corria desesperado...
A velha corria atras
Gritando eu pego esse cara safado
♫ ♫ ♫
Até parece que é praga
Ou é obra do satanás
Mas minha sogra faz coisas ( bis )
Que até deus duvida
Que é ela quem faz
♫ ♫ ♫
Logo depois que eu casei
Ainda na lua de mel
Ela chegou com as malas
Pra derramar o seu fel
( ll )
Na hora de ir para cama com a minha nega
Foi o maior sufoco
A velha deitou entre nós
Pra mim não cair faltou só um pouco
♫ ♫ ♫
Até parece que é praga
Ou é obra do satanás
Mas minha sogra faz coisas ( bis )
Que até deus duvida
Que é ela quem faz
♫ ♫ ♫

Enviar para alguém.

Indique este Site

Você gostou do site e quer indicá-lo para um(a) amigo(a)?

Então, clique aqui.


Meus Livros

Livros publicados (clique na capa para maiores detalhes):