Login

E-mail:

Senha:


Cadastre-se.

Lembrar senha.

Buscas no Site

» Rimas

Selecione o tipo: Palavra Terminação

Digite o termo:


» Poesias

Selecione a seção: Coletânea Galeria

Digite a palavra:


GALERIA

Neste espaço você pode publicar gratuitamente as suas obras (poemas, poesias, sonetos, versos, etc). Para isso, basta clicar no link abaixo. Antes, porém, leia as condições para publicação do site.

» Publicar Obra «

As obras serão listadas por: Ordem de Cadastro, Título e Autor.


Lua
(Eduardo Guimarães)

Em feições amarelas,
Ressurge ela,
Dominante e bela,
Ofuscando as estrelas.

Mulher de fases,
Mulher de luas,
Sempre me fazes
Das tuas.

Nova, mui pudica, se esconde.
Crescente, já atrevida, se insinua.
Cheia, sem pudor, mostra-se nua.
Minguante, recatada, vai-se, longe.

Mulher de fases,
Mulher de luas,
Sempre me fazes
Das tuas.

Logo, põe-se um véu, um manto
E, em algum recanto
Do firmamento,
Desaparece.
Resta-me, um suspiro, um canto,
Quase um pranto,
Um lamento...
Ah, se ela me desce.

Mulher de fases,
Mulher de luas,
Sempre me fazes
Das tuas.

Se ela me desce
E me entrega o seu encanto,
Pedir-lhe-ei, numa prece,
O que quero tanto


Mulher de fases,
Mulher de luas,
Vestida de branco,
Vestida de preto,
Vestida de luz,
Vestida de sombra,
Vestida de sol,
Vestida de lua,
Quero-te despida,
Vestida de nua.

Enviar para alguém.

Indique este Site

Você gostou do site e quer indicá-lo para um(a) amigo(a)?

Então, clique aqui.


Meus Livros

Livros publicados (clique na capa para maiores detalhes):