Login

E-mail:

Senha:


Cadastre-se.

Lembrar senha.

Buscas no Site

» Rimas

Selecione o tipo: Palavra Terminação

Digite o termo:


» Poesias

Selecione a seção: Coletânea Galeria

Digite a palavra:


GALERIA

Neste espaço você pode publicar gratuitamente as suas obras (poemas, poesias, sonetos, versos, etc). Para isso, basta clicar no link abaixo. Antes, porém, leia as condições para publicação do site.

» Publicar Obra «

As obras serão listadas por: Ordem de Cadastro, Título e Autor.


A sereia do samba marujo
(Dubang)

A sereia do samba chegou !..
( ô.ô,,ô. ô..) !.. (bis)
Pra cantar o que sabe
E mostrar seu valor....
Para quem não conhece
Não custa nada me apresentar
Eu canto a poesia
E trago o balanço das ondas do mar
No gingado envolvente que o samba me leva
Pra lá....e ..pra cá
Sou a brisa trazida no vento
Que sopra os cabelos de iemanjá
( a sereia chegou ) !...
A sereia do samba chegou !..
( ô.ô,,ô. ô..) !.. (bis)
Pra cantar o que sabe
E mostrar seu valor....
É partido, repente...é o jeito da gente
Não importa o que dá.....
É o verso que vem de improviso
De forma dolente pra gente cantar
Pra você que duvida
E não acredita do que sou capaz
Mande que eu do a resposta
Porque águas com espumas
Eu deixo pra trás
( a sereia chegou ) !..
A sereia do samba chegou !..
( ô.ô,,ô. ô..) !.. (bis)
Pra cantar o que sabe
E mostrar seu valor....

Enviar para alguém.

Indique este Site

Você gostou do site e quer indicá-lo para um(a) amigo(a)?

Então, clique aqui.


Meus Livros

Livros publicados (clique na capa para maiores detalhes):