Login

E-mail:

Senha:


Cadastre-se.

Lembrar senha.

Buscas no Site

» Rimas

Selecione o tipo: Palavra Terminação

Digite o termo:


» Poesias

Selecione a seção: Coletânea Galeria

Digite a palavra:


GALERIA

Neste espaço você pode publicar gratuitamente as suas obras (poemas, poesias, sonetos, versos, etc). Para isso, basta clicar no link abaixo. Antes, porém, leia as condições para publicação do site.

» Publicar Obra «

As obras serão listadas por: Ordem de Cadastro, Título e Autor.


(,,,)
(.linny)

Tudo a minha volta me interroga, e me joga contra mim mesma, na tentativa de saber se estou fazendo tudo certo. eu tenho uma imagem que eu preciso encontrar quando olhar para o espelho. mas tem dias, que essa imagem foge da minha mente, e eu não consigo mais lembrar como era. então recomeça a luta interna, diária, que pode acabar com uma careta refletida, ou uma lágrima derramada. aprendi que sou uma menina de fases. poderia ser só quatro, mas não. não sou a lua, não sou única. sou mulher e menina ao mesmo tempo, de mil e uma fases. e eu diria que essa não é dramática, nem confusa. só é.
Tem dias que eu olho para baixo em busca de ver se os meus sapatos estão limpos. tem dias, que eu olho para baixo por ter medo de olhar no olho das pessoas. tem dias que eu olho para baixo, e dou uma risada profunda, e deveras envergonhada. é assim, nunca vai deixar de ser assim. e filosofando ainda mais, eu paro para pensar o que vem depois dessa minha nova fase. e a resposta é simples: virá a nova. faz tempo que as pessoas olham para mim, e querem saber o que se passa na minha cabeça, ou querem que eu os coloque a respeito sobre meus planos de vida (?). eu mudei, mudei para melhor.
Eu aprendi a contar as coisas de um jeito camuflado, e eu não consigo mais dividir a felicidade com todos, porque quando se está feliz verdadeiramente, não precisa mostrar. eu aprendi a deixar a minha tristeza abafada, porque quanto menos comentada, mas fácil de se evaporar. eu vou arriscar, sabe? vou sim, vou mesmo. vou me jogar naquilo que eu acredito, porque quando achamos que podemos ser felizes, até se jogar no escuro é extremamente confiável.

Enviar para alguém.

Indique este Site

Você gostou do site e quer indicá-lo para um(a) amigo(a)?

Então, clique aqui.


Meus Livros

Livros publicados (clique na capa para maiores detalhes):