Login

E-mail:

Senha:


Cadastre-se.

Lembrar senha.

Buscas no Site

» Rimas

Selecione o tipo: Palavra Terminação

Digite o termo:


» Poesias

Selecione a seção: Coletânea Galeria

Digite a palavra:


COLETÂNEA

Neste espaço você tem a sua disposição várias obras de diversos autores consagrados.

As obras serão listadas por: Ordem de Cadastro, Título ou Autor.


Serenata
(Fagundes Varela)


....Em teus travessos olhos,
Mais lindos que as estrelas,
Do espaço, as furtadelas,
Mirando o escuro mar,
....Em teu olhar tirânico,
Cheio de vivo fogo,
Meu ser, minh`alma afogo
De amor a suspirar.

Se teus encantos todos
Eu fosse a enumerar!...

....Desses mimosos lábios
Que ao beija-flor enganam,
Donde perpétuos manam
Perfumes de enlear,
....Desses lascivos lábios,
Macios, purpurinos,
Ouvindo os sons divinos
Me sinto desmaiar.

Se teus encantos todos
Eu fosse a enumerar!...

....Tuas madeixas virgens,
Cheirosas, flutuantes,
Teus seios palpitantes
Da sêde do gozar,
Tua cintura estreita,
Teu pé sutil, conciso,
Obumbram-me o juízo,
Apagam-me o pensar.

Se teus encantos todos
Eu fosse a enumerar!...

Ai! quebra-me estes ferros
Fatais que nos separam,
Os doudos que os forjaram
Não sabem, não, amar.
....Dá-me teu corpo e alma,
E à luz da liberdade,
Oh! minha divindade,
Corramos a folgar.

Se teus encantos todos
Eu fosse enumerar!...

Enviar para alguém.

Indique este Site

Você gostou do site e quer indicá-lo para um(a) amigo(a)?

Então, clique aqui.


Meus Livros

Livros publicados (clique na capa para maiores detalhes):